Cuidados para grávida viajar de avião com tranquilidade e segurança

É comum gestantes planejarem uma viagem para fazer o enxoval do bebê no exterior e engatar uma baby moon, que nada mais é que uma viagem entre o casal antes do nascimento do filho para namorar, se curtir e guardar memórias inesquecíveis. Mas alguns cuidados devem ser levados em consideração quando a mamãe está esperando bebê, ainda mais num voo mais longo. Para esclarecer dúvidas, derrubar mitos e dar algumas dicas, batemos um papo com a obstetra, ginecologista e uroginecologista, Luisa Aguiar da Silva, da Clínica Urogine. Confira!

 

MomFly: Existe alguma restrição às mamães viajarem aos EUA para fazer o enxoval do bebê?

Luisa Aguiar: Não existe restrições às viagens na gestação desde que a gestante seja liberada pelo seu médico sem que existam fatores de risco. Pacientes com sangramento, pressão alta, exames laboratoriais alterados ou gestações de alto risco, por exemplo, devem evitar viagens internacionais já que a assistência médica é mais difícil tanto em termos de atendimento quanto de entendimento (devido à língua estrangeira). Mesmo assim, eventualmente, pacientes precisam de atendimento no exterior e podem ser atendidas nos hospitais referenciados pelo seguro ou maternidades conhecidas no local.

Atenção especial após às 34 semanas: as viagens devem ser evitadas pelo maior risco de contrações e um possível trabalho de parto principalmente devido ao deslocamento aéreo.

 
M.F: Quais cuidados a gestante deve ter no voo?

L.A: A meia elástica compressiva é sempre bem-vinda e alguns casos especiais é preciso usar medicações anticoagulantes, principalmente em trechos mais longos, pois existe um risco maior de trombose próprio da gestação e maior ainda no tempo de voo.

 

M.F: Quais sintomas são comuns no voo e que é preciso estar alerta? Como contorná-los?

L.A: O mais comum são as náuseas. Hidratação somada à medicações especificas são o tratamento ideal. Eventuais dores no corpo, edemas nas pernas, dor de cabeça também são comuns. Alterações de pressão, contrações, sangramento e dores devem ser imediatamente avisadas aos comissários para um provável pouso de emergência para avaliação médica.

 

M.F: Qual período da gestação é mais indicado fazer a viagem com segurança?

L.A: O segundo trimestre é o período mais tranquilo e com menos riscos.

 

M.F: É aconselhável pedir à obstetra recomendações e aval antes da viagem? Por quê?

L.A: Com toda a certeza. Liberação para viagem, aconselhamento sobre as atividades a serem feitas, medicamentos que devem ser levados, situações de riscos etc.

 

Sua viagem com consultoria personalizada

Se você já conversou com seu médico e teve o aval para uma viagem, que tal aproveitar e embarcar conosco para fazer o enxoval do seu bebê nos EUA? Além de um pacote completo e personalizado, nós oferecemos consultoria antes e durante a viagem para que a sua experiência seja incrível e, claro, as compras sejam econômicas! Entre em contato pelo contato@momfly.com.br e aproveite esta oportunidade de trocar experiências com outras mamães e fazer um enxoval especial!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *