Pilates para gestante: conheça os benefícios.

Rolou um bate-papo super especial para falar sobre os benefícios do pilates na gravidez. Porque além de loira, linda e minha prima, a Ju também é fisioterapeuta, instrutora de pilates, empresária e gestante! Então tem um bocado de informação bacana para compartilhar com vocês.

E vamos combinar, que quando o assunto é atividade física, muitas gestantes resistem por medo, preguiça, ou falta de conhecimento sobre os benefícios – estes, que são inúmeros se bem orientado e executado. O pilates, por exemplo, é uma excelente prática de atividade física, pois trabalha o corpo de maneira global, além de ser uma atividade que não tem impacto, conta a Ju, da Körper – Centro de Saúde Física.  “Melhora a mobilidade, flexibilidade e a disposição, o fortalecimento muscular, a consciência corporal, o relaxamento e uma respiração mais adequada, previne dores e desconfortos, auxilia no trabalho de parto e até ao não ganho de peso excessivo!”, declara a pilateira, que está com seis meses de gestação (a espera da Betina) e com o mesmo peso desde o primeiro mês, sem ne-nhu-mi-nha grama a mais ou a menos, acreditem.

Comemoramos ou socamos?

– Queremos a receita!

Abusada, ela diz: pilates.

Se você já for praticante de atividade física e descobre que está grávida, você pode dar continuidade às aulas de pilates normalmente, segundo a instrutora. Por outro lado, se você não pratica nenhum tipo de atividade, o indicado é iniciar a partir do terceiro mês de gestação, quando os riscos de aborto diminuem, os enjoos dão uma trégua e já há um pouco mais de familiarização com as transformações hormonais e corporais. Mas como cada caso é um caso, não se isenta a necessidade da opinião do seu obstetra.

O Método Pilates existe em duas versões: o Clássico e o Contemporâneo. Sendo o primeiro aquele que segue à risca, todo e qualquer ensinamento deixado pelo criador do método, Joseph Pilates. O segundo, que o que a Ju trabalha, é aquele formato adaptado, trabalhado com algumas variações, conforme a necessidade do aluno, mas claro, sem deixar de seguir os princípios de Joseph.

Ambos, desde que orientados pelo instrutor, levam benefícios à gestante, mas o mais importante, segundo a Ju, é a escolha do instrutor nos exercícios ideais para cada pessoa. “As aulas de Pilates em geral duram em média 50 minutos, que é o tempo ideal para que possamos atingir os benefícios propostos e também para o corpo. Além do que, para não sermos considerados sedentários, devemos praticar atividade física pelo menos três vezes por semana no mínimo por 30 minutos”, complementa.

50 minutinhos… Bem tranquilo, não é? Agora, leve em consideração algumas dicas da Ju na hora e encontrar o local adequado para você praticar pilates:

  • Observar se o ambiente é adequado para realizar a prática da atividade: equipamentos de qualidade, por exemplo;
  • Observar se realizam avaliação para que a aula seja realizada conforme sua necessidade;
  • Observar se as atividades propostas em aula expõem algum risco;
  • E principalmente certificar-se de que o Instrutor está apto a atender gestantes.

Depois que o bebê nasceu, a mãe pode voltar ao Pilates em quanto tempo?

JU – Chamamos de puerpério o período pós-parto, que devemos respeitar a “quarentena”. Após, podemos retomar as atividades de forma leve e ir evoluindo gradativamente, desde que você não tenha tido nenhum tipo de complicações. Existem ressalvas, e devemos respeitar também. Obviamente que cabe a cada um de nós nos informamos acerca do retorno as atividades com nosso obstetra.

Existe alguma contraindicação?

JU –     Sim! Quando a gestação for considerada de risco (pré-eclampsia, placenta prévia, Diabetes Gestacional, algumas gestações gemelares…) não é indicada a realização do exercício. Um exemplo recente é da apresentadora de TV Eliana, que por ter placenta prévia, que é quando a placenta está próxima ao orifício interno do colo uterino, e são indicados muitos cuidados, especialmente repouso.

 

 

Comments

  1. […] Lembra da Ju? Seis meses de gestação e nenhuma graminha a mais. […]

  2. […] modalidades altamente recomendadas são Pilates e Treinamento Funcional, pois os movimentos realizados ajudam a prevenir e amenizar a dor lombar […]

  3. StephenDwemo says:

    Таким образом, получается готовая обрешетка, которая надежно удерживает на поверхности стены утеплитель и паропроницаемую ветрозащитную мембрану, становится основой для крепления сайдинга (поз Дизайн комнаты 12 кв м: оформление интерьера помещения гмс 1 и 3 3 5, стиль шале. Она может быть использована для натягивания на каркас, возведенный из любого материала, так как имеет очень небольшую массу.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *