Vai viajar para outro país? Atenção às vacinas para gestantes!

Existe um período durante a gestação, que não tem problema fazer viagens mais longas de avião – lógico, cada caso é um caso e o médico é quem vai te assegurar se está tudo ok ou se é melhor segurar a viagem para outro momento. Mas se no seu caso estiver tudo ok para embarcar numa aventura, outras preocupações aparecem. Existem determinados países, por exemplo, que exigem que o turista realize a vacinação prévia para prevenir ou evitar doenças que possam ser contraídas ao entrar no seu destino.

Uma razão mais recente da exigência de vacinação, é a epidemia de febre amarela que está acontecendo no Brasil e a comprovação de vacinação pelo turista garante que ele não esteja levando esta infecção para outro país. Além das vacinas exigidas, muitas companhias de turismo ou clínicas especializadas recomendam outras vacinas, como por exemplo a da hepatite. As vacinas também são importantes para proteger o turista, principalmente, quando o local de destino tem condições precárias ou ainda quando há algum surto de doença, como é o caso do sarampo que recentemente aconteceu na europa.

 

Mas o que é vacina, afinal?

A enfermeira Mariana Sprotte explica: a vacina é uma substância produzida por bactérias ou vírus (morto ou enfraquecido), que ao ser aplicada no indivíduo, a vacina provoca uma reação no sistema imunológico e promove a produção de anticorpos contra aquela determinada substância. Desta forma, quando o indivíduo entrar em contato com o microorganismo que contém esta substância, os anticorpos irão bloquear sua entrada na célula, prevenindo a infecção. “A vacina contra a febre amarela é a mais comum solicitada para os viajantes. Viajantes para países tropicais devem obrigatoriamente ter a vacina da febre amarela aplicada no período de até 10 dias antes da viagem”, esclarece.

A nova recomendação do Ministério da Saúde garante dose única da vacina para a febre amarela, mesmo para aqueles que já tomaram há muito tempo. Segundo a enfermeira, a necessidade de reforço a cada 10 anos já não é mais recomendada. As vacinas de vírus atenuado (aquela que o vírus está vivo, mas sem capacidade de produzir doença, como caxumba, a própria febre amarela, sarampo, rubéola etc), no entanto, segundo o obstetra dr. Edison Fedrizzi, são de forma geral contraindicadas na gestação. “Por outro lado, é preciso avaliar os riscos e benefícios em cada caso. Se a gestante for viajar para uma área de alto risco de contaminação, a aplicação da vacina deve, sim, ser realizada”.

 

A gestante deve se prevenir!

Dr. Fedrizzi também garante que as vacinas obrigatórias do calendário da gestante não causam nenhum risco à gravidez. “Uma possível reação local com rubor, edema e vermelhidão pode ocorrer pelo fato da aplicação. Caso ocorra reação local, em 48h os sintomas cessam”, esclarece.

Confira as quatro vacinas obrigatórias para as gestantes, de acordo com o dr. Fedrizzi:

A vacina obrigatória da DTPa (triplice bacteriana) deve ser aplicada a partir da 27 semana de gestação até a 36 semana, para q o componente Pertussis (da coqueluche) proteja o recém-nascido até o 6º mês de vida.

A vacina DT (difteria e tétano) deve ser iniciada já no segundo trimestre da gestação.

A vacina da Influenza pode ser aplicada em qualquer fase da gestação.

A vacina da Hepatite B preferencialmente a partir do segundo trimestre.

“A maioria das vacinas necessita um tempo de 7 a 10 dias para ter uma boa produção de anticorpos e proteger o indivíduo frente a uma exposição. Logo, este período é o suficiente para a proteção”, declara o obstetra.

Conselho do doutor: Se está indo viajar para exterior, analise a sua carteira de vacinação. Caso ela não esteja em dia, realize as vacinas recomendadas para a gestante e avalie, junto ao médico, a necessidade de outras, de acordo com o país de destino. AH! Não esqueçam: roupas longas e repelentes para se protegerem do Zika vírus! Felicidades mamães!

 

Miami é logo ali e não precisa de vacina para entrar!

O destino mais queridinho pelas gestantes do Brasil! Miami tem fácil acesso, é uma viagem relativamente rápida, não precisa de vacinas extras e o meeelhor: o paraíso das compras e das águas cristalinas! Aproveite a nossa agência especializada em compras de enxoval para bebês nos EUA e venha conosco explorar este paraíso. Ah, pode ser uma oportunidade de levar o maridão e ainda curtir uma lua de mel antes do baby nascer? Oouuu, de se curtir um pouquinho sem ele! Você escolhe.

O momento é seu.

 

 

 

Comments

  1. AHikegeojedo says:

    By dealing together, two of you can address problems of self-esteem and mutual trust. Thus, if the muscles within the penile area are relaxed, more blood will enter the penis and an erection will occur.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *